A Jornada Interdisciplinar de Som e Música no Audiovisual (JISMA) é um evento com mesas-redondas, lançamento de livros, difusão de filmes e reflexões sobre diversos objetos audiovisuais. Com o apoio do Programa de Pós-Graduação em Música da Universidade Federal do Rio de Janeiro, corrobora e legitima a existência de um campo interdisciplinar que tem crescido nos últimos anos, tanto na área de Música quanto na de Cinema/Comunicação e na de Artes, com o surgimento e proliferação de artigos, dissertações e teses.

Em sua segunda edição, a JISMA apresenta um panorama rico e abrangente das reflexões sobre som e música no audiovisual, reunindo pesquisadores em âmbito nacional.

O evento conta também com o apoio do Fórum de Ciência e Cultura da UFRJ; Cinemateca do Museu de Arte Moderna do Rio de Janeiro; Raio Verde Filmes; Art UERJ; e tem lugar no Colégio Brasileiro de Altos Estudos da UFRJ, no bairro do Flamengo, Rio de Janeiro (endereços e links no final desta página).

II JORNADA INTERDISCIPLINAR DE SOM E MÚSICA NO AUDIOVISUAL

PROGRAMAÇÃO COMPLETA

Este slideshow necessita de JavaScript.

Escola de Música da UFRJ – Prédio III (PPGM-UFRJ) – 3 de julho, segunda-feira

14:00 – 17:00
Som direto no cinema (curso com Tide Borges, ECA/USP)

Museu de Arte Moderna – Cinemateca – 3 de julho, segunda-feira

19:30 – 21:30
Abertura

  • Apresentação do evento por Luiza Alvim, PPGM-UFRJ)
  • Cine-concerto com Soundpainting: filme A Queda da Casa de Usher (Jean Epstein, 1928), com a Cineorquestra Soundpainting Rio, coordenada por Taiyo Omura
Colégio Brasileiro de Altos Estudos – 4 de julho, terça-feira – manhã

Mesas redondas

9:00 – 10:45
Som no audiovisual: experimentação e educação

  • Escutas do cinema com estudantes de educação básica na perspectiva da diferença (Glauber Resende Domingues – SME-RJ/UFRJ)
  • SONatório: prática, pesquisa e experimentações sonoras na Universidade Federal do Recôncavo da Bahia (Marina Mapurunga, UFRB)
  • Percepção e pesquisa sonora na paisagem: alternativas ao som direto e à gravação de campo (Henrique Gomes, UFC)

11:15 – 13:00
Teoria e estética do som no cinema

  • De Bunny Lake Desapareceu (1965) à A Mulher Sem Cabeça (2007), por uma ampliação do estatuto do som na mise en scène cinematográfica (Guilherme Farkas, AIC)
  • Pormenores: atuação criativa e expressiva do som na narrativa cinematográfica (Júlia Lúcia de Oliveira Albano da Silva, UNISA – FECAP)
  • Os sons do arrepio – sobre Historia del miedo (Benjamín Naishtat, 2014) (Natalia Barrenha, UNICAMP)
Colégio Brasileiro de Altos Estudos – 4 de julho, terça-feira – tarde

Mesas redondas

14:30 – 16:15
Estética e práticas da música no cinema: do silencioso ao sonoro

  • Os desafios dos pianeiros nas salas de projeção do início do século. XX no Rio de Janeiro (Stella Júnia Ribeiro, PPGM-UFRJ)
  • Transições: música e cinema na primeira metade do século XX (Maurício Monteiro, UAM)
  • Lars von Trier e as inter-relações entre música e imagem (Marcos Júlio Sergl, UNISA)

16:30 – 18:15
Gêneros/estilos musicais e cinema

  • O espaço sonoro em Honeydripper (2007): análise de uma narrativa fílmica sobre o Blues (Daniel Doria, UFPR)
  • Construindo o som – ocupando as ruas e as telas com filmes sobre sound systems (Leonardo Vidigal, UFMG)
  • Beyoncé e Cinquenta Tons de Cinza: entre a crítica e as intertextualidades da adaptação da literatura no cinema contemporâneo (Roberto Reiniger, UAM)
Colégio Brasileiro de Altos Estudos – 5 de julho, quarta-feira – manhã

Mesas Redondas

9:00 – 10:45
Direitos autorais e questões de autoria da música no audiovisual

  • Obras audiovisuais, direitos humanos que geram e gargalos de sua gestão coletiva (Alexandre Negreiros, SENAC/Rio)
  • Youtube e direitos autorais, qual conciliação é possível? Considerações sobre o value gap, Content ID e exibição pública versus consumo privado de conteúdos digitais (Leonardo de Marchi, UERJ)
  • A questão da autoria na música de cinema (Geórgia Cynara Coelho de Souza Santana, UEG – USP)

11:15 – 13:00
Estética da música e do som no cinema

  • Godard – curta-metragista: música e som nos curtas-metragens de Jean-Luc Godard dos anos 50 (Luiza Alvim, PPGM-UFRJ)
  • A trilha musical de Moacir Santos para Jungle Erotic (1970) (Lucas Bonetti, UNICAMP)
  • Theo Angelopoulos: silêncio e ritornelo nas fronteiras dos Bálcãs (Jocimar Dias Jr, UFF)
Colégio Brasileiro de Altos Estudos – 5 de julho, quarta-feira – tarde

Mesas redondas

14:30 – 16:15
Aspectos históricos e estéticos do som no cinema

  • O não-sincronismo em performances musicais no cinema brasileiro (Joice Scavone, FACHA)
  • Efeitos sonoros: paradoxo histórico (Fabiano Pereira, UAM)
  • O design e o som no cinema (Fernando Aranha, PUC-RJ)

16:30 – 18:30
Tecnologia e novas mídias (videogames)

  • Mapas sonoros: seus usos e níveis de interação (Claudia Holanda, UFRJ)
  • Código enquanto potência poética na produção audiovisual (Magno Caliman, UNIRIO)
  • Áudio para games e contextualização histórica: uma proposta de cronologia alternativa para a Game Music (Schneider Souza, PPGCom – UFF)
  • O papel da imersão nos jogos eletrônicos: Audio Game Breu, um estudo de caso (Vicente Reis, UFRB – UFBA e Tharcísio Vaz, UFBA)
Colégio Brasileiro de Altos Estudos – 6 de julho, quinta-feira – manhã

Mesas redondas

10:00 – 11:45
Música, som e identidades no audiovisual (TV e cinema)

  • Os videoclipes e a música na construção narrativa da telenovela Cheias de charme (Hanna Nolasco, UFBA)
  • Relações entre música, ficção seriada e identidade (Lourdes Silva, UNISA)
  • Um olhar sobre os objetos mestiços e a estética musical no cinema de ficção (Ana Cecília Santos, PUC-SP – IFMT)
Colégio Brasileiro de Altos Estudos – 6 de julho, quinta-feira – tarde

Mesas redondas

14:00 – 15:45
Teoria do som e pensamento sonoro na arte contemporânea

  • A audiovisão e o pensamento sonoro de Michel Chion (Davi Donato, USP)
  • Redes, territórios, circuitos: ativando conceitos a partir de uma proposta de pesquisa audiovisual (Alexandre Brasil, PPGM-UFRJ)
  • Arte do tempo no espaço: som e instalações (Ana Lia Rodrigues, UFMT e Teresinha Prada, UFMT)

16:00 – 17:45
Som/Imagem na videoarte

  • Ver, ouvir, dançar (Analu Cunha, IA-UERJ / EAV- Parque Lage)
  • Transdução como invenção entre os campos da partitura e da sonoridade (Marcelo Wasem, IA- UERJ)
  • Stan Brakhage: música como equivalente sonoro ao movimento da mente (Aline Couri, EBA-UFRJ)

18:15
Encerramento

  • Apresentação do filme O Aeronauta (The Ballonatic, de Buster Keaton e Edward Cline. EUA, 1923, 21´), com acompanhamento ao piano de Cadu Pereira.
  • Lançamento de livros

COLÉGIO BRASILEIRO DE ALTOS ESTUDOS
Avenida Rui Barbosa, 762 – Flamengo – RJ
Telefones:(55) (21) 2552-1048 e 2552-1195
cbae@forum.ufrj.br

PPGM-UFRJ
Telefones: 2262-8742
posgraduacao@musica.ufrj.br
Página do PPGM-UFRJ no Facebook

JISMA no Facebook

Escrito por PPGM-UFRJ

Programa de Pós-Graduação em Música da UFRJ

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s