A Análise Particional e o Idiomatismo Textural do Violão

A Análise Particional e o Idiomatismo Textural do Violão 📄
Bernardo Ramos | Pauxy Gentil-Nunes

Resumo: Os Estudios Sensillos, de Leo Brouwer, são obras fundamentais no ensino contemporâneo do violão, pela sua característica modelar. O presente trabalho tem como objetivo a identificação do conjunto de padrões texturais (entendendo-se textura como o universo de fenômenos decorrentes das relações rítmicas – homo e heterorritmia – entre elementos de uma obra) utilizados nos estudos, observando o caráter e os índices de recorrência de tais padrões. As peças foram submetidas a uma das técnicas de análise da Análise Particional (GENTIL-NUNES e CARVALHO, 2003), o Particionamento Rítmico. Os resultados obtidos permitem a observação das relações entre as progressões técnica e textural dentro da sequência de estudos.

Palavras-chave: Composição musical. Violão. Análise Particional. Análise musical. Textura.