A hierarquia como método: um ensaio etnográfico da função Líder em uma Orquestra Sinfônica

A hierarquia como método: um ensaio etnográfico da função Líder em uma Orquestra Sinfônica 📄
Hudson Cláudio Neres Lima | José Alberto Salgado

Resumo: A pesquisa em andamento propõe o método etnográfico para investigar a produção de uma temporada de espetáculos destinados à difusão da música de concerto e fundamentar a abertura de possíveis questões sobre a prática, sua aplicação e a relação entre os músicos de orquestra, mantenedores e a plateia. Um dos objetivos será fazer um levantamento bibliográfico que cite as práticas da música de concerto sob a luz da Antropologia e da Etnomusicologia, assim como, na qualidade de pesquisador nativo, documentar o exercício das comissões artísticas e do público frequentador dos espaços nos quais essas manifestações são exercidas. Através do contato direto com os praticantes, a pesquisa observa uma temporada de concertos e a escuta do público ouvinte, além dos membros da orquestra, incluindo mantenedores; utiliza como ferramentas para a investigação em campo os conceitos de “Mundos Artísticos” e “Tipos Sociais” de Howard S. Becker (1977), os conceitos de “lugar” e “espaço” de Michel de Certeau (1984), e as contribuições de Pierre Bourdieu (1989) em As Formas de Capital e o conceito de biopoder de Michael Foucault (1970) em História da Sexualidade – vol. I.

Palavras-chave: Orquestra Sinfônica. Etnografia.