Aloysio Fagerlande

Aloysio

Professor permanente

Professor adjunto da Escola de Música da UFRJ, é Coordenador Pro Tempore do Programa de Pós-graduação Profissional em Música-PROMUS da EM-UFRJ. Doutor em Música pela UniRio, Mestre em Música pela UFRJ, com especialização em Musicologia pelo CBM, realizou curso de aperfeiçoamento em fagote (Cours de Perfectionnement) na classe de Gilbert Audin no Conservatoire National de Region de Rueil-Malmaison, França, obtendo o Prix de Virtuosité (1986-1987), como bolsista da Capes. Tem realizado concertos como solista e camerista, enquanto integrante do Quinteto Villa-Lobos, por diversos países da Europa, América Latina, América do Norte, Ásia e África. Gravou vários CDs, sempre vinculados a seus projetos de pesquisa na UFRJ, todos contemplados através de editais da FAPERJ e Petrobras. É coordenador do Simpósio em Práticas Interpretativas UFRJ-UFBA. Tem atuado principalmente nos seguintes temas: fagote, quinteto de sopros, música de câmara, Heitor Villa-Lobos e Francisco Mignone.

Produção 2018

  1. Bibliográfica
    1. Publicação do artigo completo “A pós-graduação profissional.”, XXVIII Congresso da ANPPOM, âmbito nacional, vínculo metodológico à linha “Práticas Interpretativas e seus Processos Reflexivos”.
  2. Técnica
    1. Apresentação do trabalho “As peculiaridades da relação texto-interpretação no repertório brasileiro”, II Encontro Internacional da Associação Brasileira de Palhetas Duplas, âmbito internacional, vínculo temático ao projeto “Música brasileira para instrumentos de sopro: história, texto e práticas interpretativas”.
    2. Apresentação do trabalho “Os desafios da formação musical do intérprete face às transformações do mercado de trabalho”, II Encontro Internacional da Associação Brasileira de Palhetas Duplas, âmbito internacional, vínculo temático ao projeto “Música brasileira para instrumentos de sopro: história, texto e práticas interpretativas”.
    3. Apresentação do trabalho “(Re)discussão sobre as grandes áreas do conhecimentos”, Evento “(Re)discussão sobre as grandes áreas do conhecimentos”, IEA/USP, âmbito regional, vínculo metodológico à linha “Práticas Interpretativas e seus Processos Reflexivos”.
    4. Apresentação do trabalho “Refletindo sobre a pós-graduação em música no Brasil: a pós-graduação profissional”, XXVIII Congresso da ANPPOM, âmbito nacional, vínculo metodológico à linha “Práticas Interpretativas e seus Processos Reflexivos”.
    5. Participação como docente no curso de fagote, II Festival Internacional de Musica de Barra Mansa, âmbito internacional, vínculo metodológico à linha “Práticas Interpretativas e seus Processos Reflexivos”.
    6. Participação como docente no curso de fagote, XXXVIII Festival Internacional de Musica de Londrina, âmbito internacional, vínculo metodológico à linha “Práticas Interpretativas e seus Processos Reflexivos”.
    7. Participação como membro da comissão científica do II Encontro Internacional da Associação Brasileira de Palhetas Duplas, âmbito internacional, vínculo metodológico à linha “”Práticas Interpretativas e seus Processos Reflexivos”.
    8. Produção e apresentação da série de rádio semanal (25 programas) “Concertos UFRJ”, com estreias e apresentações de obras brasileiras e estrangeiras, Rádio MEC FM, âmbito nacional, vínculo temático à linha “Práticas Interpretativas e seus Processos Reflexivos”. 
    9. Participação como assessor para APCN – Mestrado Profissional em Música e pós-graduação stricto sensu em música – Departamento de Música FFCLRP- USP, âmbito local, vínculo metodológico à linha “Práticas Interpretativas e seus Processos Reflexivos”.
    10. Participação como membro da comissão de APCN, Área Artes, CAPES, âmbito nacional, vínculo metodológico à linha “Práticas Interpretativas e seus Processos Reflexivos”.
    11. Participação como docente no curso de fagote, Departamento de Música FFCLRP-USP, âmbito local, vínculo metodológico à linha “Práticas Interpretativas e seus Processos Reflexivos”.
    12. Participação como parecerista ad-hoc PAEP/CAPES Edital 09/2018 processo 88887.19364/2018-00 (11 processos), âmbito nacional, vínculo metodológico à linha “Práticas Interpretativas e seus Processos Reflexivos”.
  3. Artística
    1. Temporada (2 concertos) com apresentação da obra “Concertino para fagote e orquestra”, de Francisco Mignone, Concertos da USP Filarmônica, (Ribeirão Preto e São Carlos), âmbito regional, vínculo temático ao projeto “Música brasileira para instrumentos de sopro: história, texto e práticas interpretativas”.
    2. Temporada 2018 (6 concertos) com estreias e apresentações de obras brasileiras (Rio de Janeiro, Pará, Brasília, Espírito Santo), âmbito nacional, vínculo temático ao projeto “Música brasileira para instrumentos de sopro: história, texto e práticas interpretativas”.
    3. Estreia mundial da obra “Humanitas”, II Encontro Internacional da Associação Brasileira de Palhetas Duplas, âmbito internacional, vínculo metodológico ao projeto “Produção de obras originais a partir da modelagem sistêmica do primeiro caderno de Ponteios de Camargo Guarnieri”.
    4. Apresentação da obra “Suíte Opara”, de Ilza Nogueira, Concerto “Grandes Compositoras”, Quinteto Villa-Lobos, Série BNDEs, âmbito local, vínculo metodológico ao projeto “Música brasileira para instrumentos de sopro: história, texto e práticas interpretativas”.
    5. Apresentação (2 concertos) das obras “Suite” de Radamés Gnatalli, e “Concerto a Cinco”, de J. G. Ripper, XXXI Festival Internacional de Música do Pará, âmbito internacional, vínculo temático ao projeto “Música brasileira para instrumentos de sopro: história, texto e práticas interpretativas”.
    6. Apresentação da obra “Concertino para flauta, fagote e cordas”, de Mario Tavares, série Brasilianas, Academia Brasileira de Música, Sala Cecília Meireles, âmbito local, vínculo temático ao projeto “Música brasileira para instrumentos de sopro: história, texto e práticas interpretativas”