Ana Paula da Matta

Foto Paula da MattaProfessora permanente

Professora adjunto de música de câmara, substituta eventual da coordenação e coordenadora da linha de pesquisa “As práticas interpretativas e seus processos reflexivos”. Doutora em Música pela UNIRIO, com estágio de doutorando na Université de Paris IV- Sorbonne; Mestre e Bacharel em Piano pela UFRJ, Performer Diploma em Piano pela Indiana University e Especialização na Hochschule für Musik Köln. Desenvolve intensa atividade musical, com apresentações solo e com diversas formações camerísticas. Seu CD Chopin recebeu a chancela da Sociedade Internacional Chopin e foi o brinde oficial dos 150 anos de morte do compositor polonês. A convite da mesma Sociedade, apresentou-se em Viena, retornando à mesma cidade, a convite do Itamaraty, para realizar um recital comemorativo da data da Independência do Brasil. Como bolsista do Programa de Pós-Doutorado, da Capes, trabalhou no projeto “Presença do Piano em Salões Cariocas da Primeira República”. Organizou o primeiro colóquio Le Piano Brésilien, na Sorbonne, e é coordenadora do Simpósio em Práticas Interpretativas da UFRJ/UFBA. Apresenta trabalhos regularmente em congressos nacionais e internacionais e tem colaborado em diversas publicações, dentre elas, Observatoire Musical Français, da Sorbonne, e Revista Brasileira de Música.

Produção 2018

  1. Artística
    1. Estreia mundial da obra “Humanitas”, II Encontro Internacional da Associação Brasileira de Palhetas Duplas, âmbito internacional, vínculo metodológico ao projeto “Produção de obras originais a partir da modelagem sistêmica do primeiro caderno de Ponteios de Camargo Guarnieri”.
    2. Apresentação da obra “Suíte Opara”, de Ilza Nogueira, Concerto “Grandes Compositoras”, Quinteto Villa-Lobos, Série BNDEs, âmbito local, vínculo metodológico ao projeto “Música brasileira para instrumentos de sopro: história, texto e práticas interpretativas”.
    3. Apresentação da obra “Fantasia em Fá menor para piano a quatro mãos”, D. 940, de Schubert, entre outras obras, XIII Festival Internacional de Harpas, âmbito internacional, vínculo metodológico à linha de pesquisa “Práticas Interpretativas e seus Processos Reflexivos”.
    4. Temporada (2 concertos) com apresentação das obras “Suites para flauta e violoncelo e trio de jazz”, de Claude Bolling, Solistas da Orquestra Petrobrás Sinfônica (Espaço Guiomar Novaes e Centro da Música Carioca Artur da Távola), âmbito local, vínculo metodológico à linha de pesquisa “Práticas Interpretativas e seus Processos Reflexivos”.