Análise comparativa de aspectos interpretativos entre três gravações da peça Primeiro Amor, de Patápio Silva

Análise comparativa de aspectos interpretativos entre três gravações da peça Primeiro Amor, de Patápio Silva 📄
Leandro Martins Turano | Marcelo Fagerlande

Resumo: O presente artigo tem como objetivo principal relatar o resultado do exame comparativo entre três gravações da valsa-choro Primeiro Amor (na instrumentação original de flauta e piano), do compositor Patápio Silva. As gravações escolhidas são analisadas tanto individualmente, como em confronto com a primeira partitura publicada da obra e também comparadas entre si, apontando para os contrastes e diferenças de abordagem interpretativa. O relato sobre as gravações é feito a partir principalmente da escuta focada nos seguintes aspectos: timbre, tecnologias de gravação, efeitos, forma, notas e ritmos escritos versus não-escritos ou modificados, dinâmica, articulação e fraseado, andamento e agógica. Ao final do artigo são tecidas considerações sobre o contexto das gravações, ampliando a análise comparativa a partir da maior compreensão de questões musicais e culturais envolvidas e como elas interferem na própria proposta e resultado dos fonogramas enfocados.

Palavras-chave: Patápio Silva. Primeiro Amor. Choro. Práticas interpretativas. Análise de gravações.