Composição e textura: atualização e revisão do Reticulado de Young Particional (RYP)

Composição e textura: atualização e revisão do Reticulado de Young Particional (RYP)  📄
Pauxy Gentil-Nunes

Resumo: Atualização e revisão de uma importante estrutura matemática adaptada à análise particional (AP – GENTIL-NUNES 2009, p. 51), o reticulado de Young particional (RYP), que constitui taxonomia exaustiva das possibilidades de escolhas texturais do compositor e sua formalização topológica e relacional. RYP apresenta todas as possibilidades de combinação textural de até seis fontes sonoras (o número é arbitrário, com função meramente ilustrativa), bem como a estrutura interna de cada configuração, expressa através dos índices de aglomeração e dispersão. Foi atualizada também a modelagem das relações entre as configurações. São abordados aspectos teóricos e práticos da formalização e de suas aplicações em composição e análise musicais.

Palavras-chave: Análise Particional; análise Musical; composição Musical; Reticulado de Young