Fundamentos teóricos e estéticos da modelagem sistêmica no âmbito da composição musical

Fundamentos teóricos e estéticos da modelagem sistêmica no âmbito da composição musical 📄
Liduino Pitombeira

Resumo: A modelagem sistêmica aplicada à composição musical (MORAES; PITOMBEIRA 2011,2012 e 2013) é uma metodologia analítico-composicional que se origina da convergência entre a teoria da intertextualidade (KRISTEVA, 2005; KORSYN, 1991; KLEIN, 2005) e a teoria dos sistemas composicionais (LIMA, 2011), a qual, por sua vez, deriva-se da teoria geral dos sistemas (BERTALANFFY, 1968; KLIR, 1991; MEADOWS, 2008). Neste trabalho, examinamos as bases teóricas dessas duas teorias, suas ramificações, tipologias e ferramentas, e como elas se articulam esteticamente para viabilizar a realização da modelagem sistêmica de uma obra musical (intertexto), com o objetivo de detectar seu sistema composicional hipotético, a partir do qual o compositor pode planejar uma nova obra, que herda características profundas do texto original.

Palavras-chave: Modelagem sistêmica. Intertextualidade. Sistemas composicionais. Planejamento composicional.