Inscrições em disciplinas 2016-2

 

AGENDA

  • Inscrições para alunos matriculados (SIGA) – 13/08/2016 A 23/08/16
  • Inscrições para alunos externos em regime especial (Inscrição online) – 26/08/2016 a 28/08/2016. Acesse a ficha de inscrição aqui.
  • Início das aulas – 29/08/2016

 

DISCIPLINAS 2016-2

MarcosMetodologia da Pesquisa em Música (MUD 781). Prof. Marcos Nogueira. Quartas-feiras, 14 às 17 horas, Sala 2104 (15 vagas). Disciplina obrigatória para todos os alunos do curso de Mestrado. Inscrição pelo SIGA, de 13/08/16 a 23/08/16. Discussão acerca dos aspectos metodológicos e da importância dos métodos de pesquisa para o trabalho acadêmico em Música, enfatizando as conexões entre o conhecimento técnico-profissional e os demais campos do conhecimento em Música. Abordagem da sistemática geral da pesquisa, focalizando a definição do objetivo/problema, da contextualização teórica e da elaboração de projetos de pesquisa. Revisão da literatura sobre técnicas de coleta de dados, sistematização, análise e apresentação de resultados.

 

PauxyMetodologia da Pesquisa em Música (MUD 781). Prof. Pauxy Gentil-Nunes. Terças-feiras, 11 às 14 horas, Sala 2112 (15 vagas). Disciplina obrigatória para todos os alunos do curso de Mestrado. Inscrição pelo SIGA, de 13/08/16 a 23/08/16. Discussão acerca dos aspectos metodológicos e da importância dos métodos de pesquisa para o trabalho acadêmico em Música, enfatizando as conexões entre o conhecimento técnico-profissional e os demais campos do conhecimento em Música. Abordagem da sistemática geral da pesquisa, focalizando a definição do objetivo/problema, da contextualização teórica e da elaboração de projetos de pesquisa. Revisão da literatura sobre técnicas de coleta de dados, sistematização, análise e apresentação de resultados.

 

SergioSeminários de Educação Musical I (MUD 731). Prof. Sergio Álvares. Quintas-feiras, 17 às 20 horas, Sala 2105 (10 vagas). Disciplina obrigatória para a área de Educação do curso de Mestrado. Inscrição pelo SIGA, de 13/08/16 a 23/08/16. Revisão crítica de literatura da área de Educação Musical, direcionada para as dissertações de mestrado, a partir de tópicos específicos que funcionarão como eixos temáticos, de forma a contemplar as pesquisas em andamento.

 

foto joao vidalSeminários de Musicologia I (MUD 721). Prof. João Vidal. Quintas-feiras, 09 às 12 horas, Sala 2104 (15 vagas). Disciplina obrigatória para a área de Musicologia do curso de Mestrado. Inscrição pelo SIGA, de 13/08/16 a 23/08/16. Estudo dos quadros teóricos e metodológicos em seus desdobramentos nas tendências recentes da musicologia internacional e suas repercussões na musicologia brasileira.

 

Pauxy 02Seminários de Processos Criativos I (MUD 701). Prof. Pauxy Gentil-Nunes. Sextas-feiras, 14 às 17 horas, Sala 2104 (15 vagas). Disciplina obrigatória para a área de Processos Criativos do curso de Mestrado. Inscrição pelo SIGA, de 13/08/16 a 23/08/16. Estudo dos quadros teóricos e metodológicos da pesquisa em composição musical e práticas interpretativas e sua aplicabilidade nos trabalhos desenvolvidos pelos alunos. Leituras orientadas que contemplem os tópicos específicos das dissertações dos participantes.

 

João MiguelEducação Formal, Informal e Não-formal e Ensino Coletivo de Instrumentos – Música e Transformação Social (Tópicos Especiais em Educação Musical II, MUT 722). Prof. João Miguel Bellard Freire. Quintas-feiras, 14 às 17, Sala 2105 (10 vagas). Disciplina optativa para os alunos do curso de Mestrado do PPGM-UFRJ (inscrição pelo SIGA, de 13/08/16 a 23/08/16) e alunos externos em regime especial (inscrições online de 24/08 a 26/08). A Educação Musical vem abordando, nas últimas décadas, a importância do Ensino Coletivo de Instrumentos Musicais como proposta pedagógica. A disciplina objetiva revisar os conceitos de Educação formal, informal e não-formal e sua ligação com o Ensino Coletivo de Instrumentos Musicais, abordando pesquisas recentes, nacionais e internacionais. O papel da Educação Musical como ferramenta de transformação social será discutido, enfatizando a contribuição do Ensino Coletivo para este fim. Serão analisadas algumas propostas de Ensino Coletivo e sua aplicabilidade em diferentes contextos educacionais, como escolas de Educação Regular, Escolas de Música, Projetos Sociais, entre outros.

 

José Carlos TeixeiraMúsica e Conflito no Cotidiano Escolar (Tópicos Especiais em Educação Musical I – MUT 721). Prof. José Carlos Teixeira (visitante – disciplina registrada no nome da profa. Thelma Alvares). Terças-feiras, 14 às 17 horas, Sala 2104 (10 vagas). Disciplina optativa para os alunos do curso de Mestrado do PPGM-UFRJ (inscrição pelo SIGA, de 13/08/16 a 23/08/16) e alunos externos em regime especial (inscrições online de 24/08 a 26/08). Contribuições teóricas e metodológicas das noções bakhtinianas de polifonia e dialogicidade na realização de pesquisas em música e educação. Problematização dos limites da autoridade etnográfica. Discussão acerca da necessidade e da possibilidade de assumir os conflitos musicais cotidianos como um posicionamento epistemológico no debate com (e não sobre) a educação escolar. Diálogo entre as leituras e os debates realizados na disciplina e as pesquisas desenvolvidas pelos estudantes no programa de pós-graduação em música.

 

ThelmaEducação Musical na Diversidade (Tópicos Especiais em Educação Musical III – MUT 723). Profa. Thelma Alvares. Terças-feiras, 17 às 20 horas, Sala 2105 (10 vagas). Disciplina optativa para os alunos do curso de Mestrado do PPGM-UFRJ (inscrição pelo SIGA, de 13/08/16 a 23/08/16) e alunos externos em regime especial (inscrições online de 24/08 a 26/08). Com foco mais abrangente, a Educação Musical na Diversidade se contrapõe à Educação Musical Inclusiva. O objetivo da disciplina é refletir sobre as diferenças humanas e seus desafios na Educação. Abordaremos uma literatura que tratará, entre outras, das deficiências, dependência química, diferenças de gênero, étnicas, sexuais a fim de contribuir tanto para o aprimoramento da docência do educador musical, assim como para construção de espaços educacionais mais solidários e democráticos.

 

Música e Ciências Sociais: Três Contribuições (Tópicos Especiais em Musicologia III – MUT 783). Prof. Frederico Machado de Barros. Sextas-feiras, 10 às 13 horas, Sala 2104 (15 vagas). Disciplina optativa para os alunos do curso de Mestrado do PPGM-UFRJ (inscrição pelo SIGA, de 13/08/16 a 23/08/16) e alunos externos em regime especial (inscrições online de 24/08 a 26/08). O curso desenvolve e aprofunda alguns dos temas abordados na disciplina Música, História e Ciências Sociais, oferecida no primeiro semestre de 2016. Continua-se a exploração de algumas sugestões que as Ciências Sociais podem oferecer à Musicologia, porém desta vez a proposta é mergulhar em três contribuições que pareceram de especial interesse para pensar as especificidades da pesquisa em música: os trabalhos de Pierre Bourdieu, Tia DeNora e Antoine Hennion. Partido deste ponto de apoio, o curso pretende abordar as problemáticas da interpretação, da sociologia crítica e da posição do pesquisador ou pesquisadora na empreitada investigativa. Não é necessário ter cursado a disciplina anterior. Parte considerável das leituras do curso está em inglês e espanhol.

 

Humberto_Amorim_391Musicologia: Viva Espiral. Pensar, Des-pensar, Dis-pensar, Dis-persar, Re-pensar (Tópicos Especiais em Musicologia I – MUD 723). Prof. Humberto Amorim. Quintas-feiras, 14 às 17 horas, Sala 2106 (10 vagas). Disciplina optativa para os alunos do curso de Mestrado do PPGM-UFRJ (inscrição pelo SIGA, de 13/08/16 a 23/08/16) e alunos externos em regime especial (inscrições online de 24/08 a 26/08). Olhar sobre os cruzamentos entre conceitos historiográficos, filosóficos e literários e a recente produção musicológica/artística brasileira. Cada aula partirá de um autor e/ou de um conjunto de ideias e terá o intuito de deslocar, potencializar e/ou ampliar visões e pensamentos musicológicos, assim como oferecer possibilidades de se conhecer-confrontar possíveis referenciais teóricos para o campo musical. A bibliografia gravitará em torno de Friedrich Nietzsche (Considerações Intempestivas, Gaia Ciência, etc.), Walter Benjamin (ideias de coleção, montagem, escavação, escovar a história a contrapelo, visão anacrônica da história, etc.), Jacques Derrida (escritura vs escrita), Michel Foucault e Giorgio Agamben (o problema da origem, da gênese e da genealogia), além de autores mais comumente vinculados à historiografia cultural/intelectual (Pierre Bordieu, Roger Chartier e Carlo Ginzburg) e à literatura latino-americana (Machado de Assis, J. L. Borges e Guimarães Rosa). O propósito final é – através de um jogo divertido, vivo e em espiral – dispor o pensamento (e o sentimento) musicológico em uma ação voltada para o (e no) presente.

 

JonasMúsica popular: Temas, Abordagens e Métodos de Pesquisa (Tópicos Especiais em Musicologia II – MUD 724). Prof. Jonas Lana (visitante). Terças-feiras, 09 às 12 horas, Sala 2105 (10 vagas). Disciplina optativa para os alunos do curso de Mestrado do PPGM-UFRJ (inscrição pelo SIGA, de 13/08/16 a 23/08/16) e alunos externos em regime especial (inscrições online de 24/08 a 26/08). O curso discute estudos que contribuem para a formação do campo de investigações da música popular no Brasil e no mundo, associando temas emblemáticos a abordagens e métodos de pesquisa diversos. A partir de aproximações com disciplinas como a musicologia, etnomusicologia, antropologia, sociologia, história, comunicação, estudos culturais e literários, estudos de gravação e sonologia, o curso enfatiza abordagens emprestadas desses campos por pesquisadores da música popular, incluindo a etnográfica, hermenêutica, semiótica, entre outras. Desse modo, procura-se fornecer bases para a expansão dos horizontes teórico-metodológicos e a construção de instrumentos analíticos para o desenvolvimento de pesquisas em nível de pós-graduação.

 

Alberto 02Interpretando a Canção Luso-Brasileira (Tópicos Especiais em Práticas Interpretativas II – MUD 708). Prof. Alberto Pacheco. Sextas-feiras, 10 às 13 horas, Sala 2105 (10 vagas). Disciplina optativa para os alunos do curso de Mestrado do PPGM-UFRJ (inscrição pelo SIGA, de 13/08/16 a 23/08/16) e alunos externos em regime especial (inscrições online de 24/08 a 26/08). A canção é um dos gêneros musicais mais perenes da história da música. Como tal, tem merecido a atenção de muitos pesquisadores ao redor do mundo. Em vários países, como Alemanha, França e EUA, os estudos da canção tem revelado desenvolvimento significativo. No entanto, no caso específico do Brasil, muito ainda preciso ser feito para termos o mesmo grau de entendimento da produção nacional. Esse curso convida o aluno a refletir sobre essa área de estudo. Será feito um panorama dos estudos da canção luso-brasileira através de uma revisão bibliográfica dos principais autores, e uma apreciação crítica do cancioneiro e de alguns reconhecidos intérpretes. Os desafios fundamentais da prática interpretativa serão abordados cuidadosamente: o estilo da canção de outros séculos; as variantes geográficas, sociais e diacrônicas da pronúncia; a interpretação do manuscrito; a escolha dos instrumentos; a variação e a ornamentação; o corpo do intérprete etc.

 

PedroPerformance Musical Colaborativa no Século XXI — Patrimônios, Abordagens e Perspectivas (Tópicos Especiais em Práticas Interpretativas I – MUD 707). Prof. Pedro Bittencourt. Segundas-feiras, 17 às 20 horas, Sala 2104 (15 vagas). Disciplina optativa para os alunos do curso de Mestrado do PPGM-UFRJ (inscrição pelo SIGA, de 13/08/16 a 23/08/16) e alunos externos em regime especial (inscrições online de 24/08 a 26/08). O curso estuda a performance musical colaborativa em diversas formações instrumentais (com ou sem eletrônica) desde referências na história da música até o século XXI, caracterizado pela descentralizada era digital conectada em rede. A pesquisa em performance colaborativa é entendida como um processo dinâmico, mutante no tempo e sujeito à uma verdadeira espiral de ações e reações que não podem ser determinadas de antemão, mas que emergem justamente da interação durante o processo criativo, sempre levando em conta como principal eixo de trabalho o intercâmbio de competências e as escolhas dos envolvidos (musicólogos, compositores, instrumentistas, técnicos de som). Essa modalidade de mediação implica na transformação. Assim, novas problemáticas e novas direções podem emergir de forma criativa e eficiente para a interpretação musical. É dada ênfase no estudo sobre a colaboração entre instrumentistas e compositores na estreia de novas obras musicais, assim como a aplicação dessa metodologia.

 

2016-06-26 00.26.35 Seminários Avançados em Musicologia I (MUD 801). Prof. Samuel Araujo. Quartas-feiras, 10 às 13 horas, Sala 2104 (15 vagas). Disciplina obrigatória para a área de Musicologia do curso de Doutorado. Inscrição pelo SIGA, de 13/08/16 a 23/08/16. Mapeamento das questões críticas da pesquisa em Musicologia, com ênfase nas tendências recentes, refletindo sobre os problemas teórico-conceituais e metodológicos dos discursos sobre a música de diversas tradições. O debate privilegia autores e textos representativos de diversas abordagens da pesquisa na área, visando intensificar a interlocução entre questões históricas, antropológicas, sociológicas, teóricas, analíticas e críticas, evidenciando as principais tendências e correntes de pensamento das subáreas em questão e suas respectivas inter-relações. Interlocução entre os pesquisadores da área de concentração Musicologia, propiciando um debate sobre sua fundamentação teórica, conceitual e metodológica, bem como sobre os diversos suportes bibliográficos das linhas e projetos de pesquisa a ela vinculados. A disciplina será ministrada necessariamente em regime compartilhado por docentes das respectivas linhas de pesquisa da referida área de concentração e/ou convidados de outras instituições.

 

Seminários Avançados em Processos Criativos I (MUD 803). Profs. Rodolfo Caesar, José Augusto Mannis (UNICAMP), Luiza Alvim, André Gonçalves de Oliveira e Aline Couri (EBA). Segundas-feiras, 14 às 17 horas, Sala 2104 (15 vagas). Disciplina obrigatória para a área de Processos Criativos do curso de Doutorado. Inscrição pelo SIGA, de 13/08/16 a 23/08/16. Interlocução entre os pesquisadores da área de concentração Processos Criativos, propiciando um debate sobre sua fundamentação teórica, conceitual e metodológica, bem como sobre os diversos suportes bibliográficos das linhas e projetos de pesquisa a ela vinculados. A disciplina será ministrada necessariamente em regime compartilhado por docentes das respectivas linhas de pesquisa da área e/ou por convidados de outras instituições.

 

MAVMusicologia no Universo Ibero-americano (MUD 831). Profa. Maria Alice Volpe. Quintas-feiras, 14 às 17 horas, Sala 2104 (15 vagas). Disciplina optativa para todos os alunos do PPGM-UFRJ (Mestrado e Doutorado; inscrição pelo SIGA, de 13/08/16 a 23/08/16) e alunos externos em regime especial (inscrições online de 24/08 a 26/08). A disciplina visa uma introdução ao pensamento musicológico ibero-americano, observando a história institucional da pesquisa musical nos diversos países e conferindo ênfase às questões levantadas nas três últimas décadas. Os textos selecionados privilegiam autores representativos de diversos ângulos de um olhar crítico para a pesquisa em música, os problemas teórico-conceituais da área e a construção do discurso historiográfico-etnográfico musical.

 

Almada 02Fundamentos da Análise Schenkeriana (Tópicos Especiais em Processos Criativos II – MUD 825). Prof. Carlos Almada. Quintas-feiras, 17 às 20 horas, Sala 2104 (15 vagas). Disciplina optativa para todos os alunos do PPGM-UFRJ (Mestrado e Doutorado; inscrição pelo SIGA, de 13/08/16 a 23/08/16) e alunos externos em regime especial (inscrições online de 24/08 a 26/08). Esta disciplina apresenta os fundamentos e processos envolvidos na análise schenkeriana, criada por Heinrich Schenker e aperfeiçoada por Felix Salzer, dedicando-se especialmente aos conceitos de Ursatz, prolongamento e progressão linear. Revisa a literatura sobre o assunto, buscando propiciar perspectivas abrangentes. Discute suas aplicações na performance e composição. Examina relações com aspectos formais e a extensão de seu emprego em análise de música pós-tonal e popular.

 

A JardimPoética e Técnica (Tópicos Especiais em Processos Criativos III – MUD 826). Prof. Antonio Jardim. Terças-feiras, 11 às 14 horas, Sala 2104 (15 vagas). Disciplina optativa para todos os alunos do PPGM-UFRJ (Mestrado e Doutorado; inscrição pelo SIGA, de 13/08/16 a 23/08/16) e alunos externos em regime especial (inscrições online de 24/08 a 26/08). O curso se propõe discutir os entrelaçamentos entre as dimensões poética e técnicas relacionadas aos processos criativos. Para tal proporá um exame dos dois conceitos e as circunstâncias dessa tensão, dialetizando as duas dimensões, e trabalhando com textos de Martin Heidegger e Antônio Jardim.

 

RodrigoProjetos Composicionais em Música Eletroacústica e Mista (Tópicos Especiais em Processos Criativos IV – MUD 827). Prof. Rodrigo Cicchelli. Segundas-feiras, 14 às 17 horas, Sala 2112 (15 vagas). Disciplina optativa para todos os alunos do PPGM-UFRJ (Mestrado e Doutorado; inscrição pelo SIGA, de 13/08/16 a 23/08/16) e alunos externos em regime especial (inscrições online de 24/08 a 26/08).  Acompanhamento de projetos composicionais voltados para a produção de música eletroacústica e mista. Os projetos poderão incluir, mas não estão limitados a, composições acusmáticas sobre suporte, peças envolvendo instrumentos acústicos e recursos eletroacústicos, obras multimeios ou instalações sonoras. Os alunos deverão desenvolver projetos que tenham relação direta com seu tema de investigação na pós-graduação (mestrado ou doutorado) e receberão supervisão ao longo das fases de concepção, desenvolvimento e finalização dos projetos. A disciplina é voltada para alunos compositores.

 

SaraRítmica (Tópicos Especiais em Processos Criativos I – MUD 823). Profa. Sara Cohen. Quintas-feiras, 17 às 20 horas, Sala 2112 (15 vagas). Disciplina optativa para todos os alunos do PPGM-UFRJ (Mestrado e Doutorado; inscrição pelo SIGA, de 13/08/16 a 23/08/16) e alunos externos em regime especial (inscrições online de 24/08 a 26/08). Abordagem de processos de estruturação rítmica explorados na música, em especial a do século XX, a partir de conceitos teóricos, da performance e do ensino-aprendizagem de tais processos.