Inscrições em disciplinas 2022-1

Agenda

Período de inscrições em disciplinas para alunos matriculados de Mestrado e Doutorado (inscrição pelo SIGA): 26 de março a 5 de abril de 2022.

Período de inscrições em disciplinas para alunos externos (online): 6 a 8 de abril de 2022 → As disciplinas obrigatórias oferecidas para alunos externos terão apenas as suas cargas horárias aproveitadas, em eventuais equivalências de disciplinas; em caso de posterior ingresso no Programa, elas deverão ser cursadas novamente durante a vigência da matrícula oficial no curso. Acesse o formulário de inscrição de alunos externos em disciplinas de 2021-2 através do link: Acesse o formulário de inscrição de alunos externos em disciplinas de 2022-1 através do link: 🔗

Início das aulas: 11 de abril de 2022. Em conformidade com a Resolução CONSUNI 24-2022 de 24 de março e a Portaria UFRJ 117-2022, de 1º de abril, determinando o retorno pleno às atividades presenciais de ensino, pesquisa, extensão e administrativas no âmbito da UFRJ, as disciplinas coletivas obrigatórias e eletivas dos cursos de Mestrado e Doutorado do Programa de Pós-Graduação em Música da UFRJ serão ministradas em regime exclusivamente presencial.

Disciplinas

Seminários de Educação Musical II (MUD 732). Prof. João Miguel Bellard Freire. Terças-feiras, 14:00 às 17:00, Sala 2105 (10 vagas). Disciplina obrigatória para os alunos do curso de Mestrado da Área de Concentração “Educação Musical” (Linha de Pesquisa “Música, Educação e Diversidade”); aberta a alunos externos em caso de disponibilidade de vagas (ver período de inscrição no início da página). → Revisão crítica de literatura da área de Educação Musical, direcionada para as dissertações de mestrado, a partir de tópicos específicos que funcionarão como eixos temáticos, de forma a contemplar as pesquisas em andamento.

Seminários de Musicologia II (MUD 722). Prof. Jonas Lana. Quintas-feiras, 14:00 às 17:00, Sala 2104 (10 vagas). Disciplina obrigatória para os alunos do curso de Mestrado da Área de Concentração “Musicologia” (Linhas de Pesquisa “Etnografia das Práticas Musicais” e “História e Documentação da Música Brasileira e Ibero-americana”); aberta a alunos externos em caso de disponibilidade de vagas (ver período de inscrição no início da página). → Estudo dos quadros teóricos e metodológicos em seus desdobramentos nas tendências recentes da musicologia internacional e suas repercussões na musicologia brasileira.

Seminários de Processos Criativos II (MUD 702). Prof. Pauxy Gentil Nunes, Prof. Pedro Bittencourt. Segundas-feiras, 17:00 às 20:00, Sala 2104 (10 vagas). Disciplina obrigatória para os alunos do curso de Mestrado da Área de Concentração “Processos Criativos” (Linhas de Pesquisa “Poéticas da Criação Musical” e “Práticas Interpretativas e seus Processos Reflexivos”); aberta a alunos externos em caso de disponibilidade de vagas (ver período de inscrição no início da página). → Estudo dos quadros teóricos e metodológicos da pesquisa em composição musical e práticas interpretativas e sua aplicabilidade nos trabalhos desenvolvidos pelos alunos. Leituras orientadas que contemplem os tópicos específicos das dissertações dos participantes.

Seminários Avançados de Musicologia II (MUD 802). Prof. José Alberto Salgado, Prof. Samuel Araújo. Sextas-feiras, 9:00 às 12:00, Sala 2104 (15 vagas). Disciplina obrigatória para os alunos do curso de Doutorado da Área de Concentração “Musicologia” (Linhas de Pesquisa “Etnografia das Práticas Musicais” e “História e Documentação da Música Brasileira e Ibero-americana”); aberta a alunos externos em caso de disponibilidade de vagas (ver período de inscrição no início da página). → Mapeamento das questões críticas da pesquisa em Musicologia, com ênfase nas tendências recentes, refletindo sobre os problemas teórico-conceituais e metodológicos dos discursos sobre a música de diversas tradições. O debate privilegia autores e textos representativos de diversas abordagens da pesquisa na área, visando intensificar a interlocução entre questões históricas, antropológicas, sociológicas, teóricas, analíticas e críticas, evidenciando as principais tendências e correntes de pensamento das subáreas em questão e suas respectivas inter-relações. Interlocução entre os pesquisadores da área de concentração Musicologia, propiciando um debate sobre sua fundamentação teórica, conceitual e metodológica, bem como sobre os diversos suportes bibliográficos das linhas e projetos de pesquisa a ela vinculados. A disciplina será ministrada necessariamente em regime compartilhado por docentes das respectivas linhas de pesquisa da referida área de concentração e/ou convidados de outras instituições.

Seminários Avançados em Processos Criativos II (MUD 804). Prof. Liduino Pitombeira. Sextas-feiras, 14:00 às 17:00, Sala 2112 (10 vagas). Disciplina obrigatória para os alunos do curso de Doutorado da Área de Concentração “Processos Criativos” (Linhas de Pesquisa “Poéticas da Criação Musical” e “Práticas Interpretativas e seus Processos Reflexivos”); aberta a alunos externos em caso de disponibilidade de vagas (ver período de inscrição no início da página). → Mapeamento das questões críticas da pesquisa em Processos Criativos, com ênfase nas tendências recentes, refletindo sobre os problemas teórico-conceituais e metodológicos dos discursos sobre a música de diversas tradições. O debate privilegia autores e textos representativos de diversas abordagens da pesquisa em criação e performance musical, interpretação, escuta, sonologia e tecnologia musical, desde sua concepção, realização e recepção até sua tradução como produto audiovisual e bibliográfico de natureza científica.

Educação Musical na Diversidade (Tópicos Especiais em Educação Musical I – MUD835). Profa. Thelma Alvares. Quintas-feiras, 14:00 às 17:00, Sala 2105 (10 vagas). Disciplina optativa para alunos dos cursos de Mestrado e Doutorado do PPGM-UFRJ; aberta a alunos externos em caso de disponibilidade de vagas (ver período de inscrição no início da página). → As questões centrais da disciplina são: 1) Como promover as trocas transdisciplinares entre arte, educação, produção cultural e saúde?; 2) De que forma a educação musical e as artes podem contribuir com as ações de transformação social em prol da diversidade humana? 3) De que forma a pesquisa em Educação Musical pode atender à demanda de ampliação da participação acadêmica da Universidade nos movimentos e ações que visam à inserção social de pessoas em vulnerabilidade/risco social? As principais abordagens e procedimentos metodológicos discutidos envolvem ações de observação participante e seus instrumentos de coleta de dados. As principais concepções teóricas que norteiam a disciplina são as teorias da motivação na aprendizagem musical, o pensamento de Paulo Freire, que entende educação como meio de transformação e de afirmação do indivíduo, e os três princípios de ação para educação musical de Swanwick.

Modelando a música de Jobim (Tópicos Especiais em Processos Criativos I – MUD823). Prof. Carlos Almada, Prof. Hugo Carvalho (Instituto de Matemática da UFRJ). Terças-feiras, 15:00 às 18:00, Sala 2104 (10 vagas). Disciplina optativa para alunos dos cursos de Mestrado e Doutorado do PPGM-UFRJ; aberta a alunos externos em caso de disponibilidade de vagas (ver período de inscrição no início da página). → A disciplina apresenta os principais resultados de um projeto de pesquisa iniciado em 2017, com considerável produção bibliográfica, teórica, metodológica e artística. Baseia-se em análise detalhada assistida por computador de um corpus representativo da obra cancioneira de Antonio Carlos Jobim (145 peças), voltada para os aspectos estruturais da harmonia e da construção melódica. A partir de um levantamento estatístico dos dados, modelos teóricos originais abrangendo as estruturas consideradas nas análises foram construídos visando futura generalização e comparação paramétrica com outros repertórios (por exemplo, canções de Ivan Lins e Edu Lobo). Conceitos centrais ao processo analítico, como cadeias de Markov, probabilidade, estilo, entropia serão introduzidos e discutidos em classe. A disciplina propõe apresentar em linhas gerais o escopo do projeto e de seus principais elementos e conceitos. A metodologia do curso envolve leitura crítica dos textos já produzidos sobre a pesquisa, bem como aplicações analíticas e composicionais do aparato tecnológico construído ao longo do projeto. A avaliação consistirá na elaboração de seminários, artigos e análises (ou composições) pelos alunos inscritos.

Poética: música, mito e linguagem (Tópicos Especiais em Processos Criativos II – MUD825). Prof. Antonio Jardim. Terças-feiras, 11:00 às 14:00, Sala 2104 (15 vagas). Disciplina optativa para alunos dos cursos de Mestrado e Doutorado do PPGM-UFRJ; aberta a alunos externos em caso de disponibilidade de vagas (ver período de inscrição no início da página). → Em continuação à disciplina do semestre passado Tópicos Especiais em Processos Criativos I, esta disciplina propõe dar continuidade a uma aproximação possível entre a dimensão poética (Ποιήσις) e música (Μουσική), mito (Μύθος) e linguagem (Λόγος). A música é aqui entendida como eixo fundamental das relações estabelecidas entre esses conceitos, em que essas aproximações são pensadas tomando-se em conta a música enquanto realização primordial da memória.