Intercâmbios

7. INTERCÂMBIOS

7.1. Intercâmbios nacionais

As ações implementadas no quadriênio 2014-17, com a finalidade de desenvolver parcerias e intercâmbios com instituições nacionais e estrangeiras (neste último caso visando, sobretudo, à internacionalização da produção do Programa), vêm gerando projetos de cooperação com variadas instituições:

1) Rádio MEC/EBC e Rádio Roquette Pinto, que mantêm convênios com a UFRJ para a produção dos programas Eletroacústicas MEC – e Concertos UFRJ RP-, desde 2011, produzidos e apresentados por docentes do Programa;

2) Arquivo Nacional/Ministério da Justiça (para identificação de documentos e revisão musicológica do acervo de partituras e documentos musicais do AN);

3) Museu da Imagem e do Som do Rio de Janeiro (para identificação de documentos, digitação de partituras e revisão musicológica do acervo do MIS),

4) Academia Brasileira de Música (para a digitalização de partituras do acervo da Biblioteca Alberto Nepomuceno da Escola de Musica/UFRJ, a partir de revisão musicológica vinculada aos projetos de pesquisa).

5) O projeto Música e Memória na luta pela cidadania: uma etnografia participativa na Maré, Rio de Janeiro (concluído em 2014), desdobramento do projeto de pesquisa “Música, Memória e Sociabilidade na Maré”, financiado pelo CNPq com Auxílio Integrado (Bolsa PQ e Bolsa IC-Balcão), é realizado pelo Laboratório de Etnomusicologia da UFRJ, em parceria com a organização não-governamental Centro de Estudos e Ações Solidárias da Maré (CEASM); o projeto Escola de Música de Manguinhos – Refletindo sobre métodos de ensino de música que transitem do informal ao formal, a partir de parceria com a Fundação Oswaldo Cruz/ Manguinhos-RJ.

6) Projeto Educação musical na diversidade – atua com desenvolvimento do bem estar e da educação integral, em parceria com o Instituto de Psiquiatria (IPUB – UFRJ), bem como com alunos do Instituto Nacional de Educação para Surdos, o INES.

7) Projetos do Grupo de Pesquisa MusMat, que trabalha em parceria com os Institutos de Matemática e de Ciência da Computação da UFRJ, desenvolvendo pesquisas conjuntas com professores, alunos e ex-alunos dos programas de pós-graduação destas instituições. O grupo MusMat desenvolve pesquisas também em conjunto com o grupo de pesquisas MUS³ (UFPB) e algumas produções em conjunção também com o NICS (UNICAMP), resultando em artigos e produções em revistas e periódicos.

8) O grupo MusMat consolidou cooperação institucional com o IME (Instituto Militar de Engenharia), oferecendo disciplina conjunta no PPGM-UFRJ sobre inteligência artificial em Música. Como resultado, uma parceria surgiu entre o PPGM-UFRJ, o IME e a Escola Politécnica da UFRJ, refletida em palestras durante o III Congresso Nacional de Música e Matemática, e a criação de um grupo permanente de pesquisas em aplicações da Inteligência Artificial em Música.

8) Projeto Compositores – projeto de extensão, ligado ao Laboratório de Música e Tecnologia (LaMuT), que traz compositores de relevância nacional e internacional para palestras e masterclasses, atendendo a alunos de Graduação e Pós-Graduação. Os encontros propiciam o intercâmbio e interação entre docentes e discentes de diferentes Universidades, promovendo a troca de conhecimento e de experiências acadêmicas. Em muitos encontros, foram realizados concertos com obras dos compositores convidados.

9) Semana do Cravo da UFRJ projeto pioneiro, inovador e único evento em seu segmento no país, criado em 2004, desde então vem acontecendo anualmente. Constitui-se de recitais, cursos e mesas-redondas com discentes e docentes de diversas instituições que contemplam o ensino do cravo no Brasil.

7.2 – Intercâmbios internacionais

Acordos de cooperação com instituições estrangeiras:

1) Universidade Nova de Lisboa/Portugal (para colaboração em projetos musicológicos, sobretudo envolvendo a música no Brasil no século XIX);

2) Universidade de Zaragoza/Espanha (para realização de programa de cooperação com realização de cursos ministrados por docentes daquela instituição no programa da UFRJ e o desenvolvimento de pesquisa de recuperação do patrimônio musical barroco de tradição ibérica);

3) Universidade de Chicago/Estados Unidos (para digitalização de documentos do acervo da Biblioteca Alberto Nepomuceno da Escola de Música/UFRJ).

Programas de cooperação já consolidados:

1) Projeto RIPM-Brazil, relacionado a um dos mais importantes projetos de documentação bibliográfica no campo da pesquisa em música, que aborda os principais periódicos brasileiros do período de 1800 a 1950;

2) o projeto de intercâmbio com a Universidade de Karlshuhe, que vem, a cada ano, ampliando suas ações, recebendo a visita de diversos docentes e discentes daquela instituição para aulas, masterclasses e concertos, assim como levando discentes de graduação da Escola de Música da UFRJ para seus aperfeiçoamentos na Alemanha, financiados parcialmente pela Universidade de Karlshuhe. O Programa iniciou também contatos com a Superintendência de Convênios e Relações Internacionais SCRI/UFRJ, que prioriza a inserção internacional da Universidade em prol de seus alunos, professores e técnicos administrativos, e assim espera intensificar, no quadriênio em curso, essas ações.