Música brasileira para cordas dedilhadas: produção, pesquisa e interpretação

Projeto de pesquisa
Paulo Sá, docente responsável
Carlos Almada, docente
Celso Ramalho, membro externo

Idioma alternativo para processo seletivo (Doutorado): francês

Descrição

Partindo da criação, em 2014, da Camerata Dedilhada da UFRJ, tem como principais objetivos:

1) estimular a criação de novas obras musicais para instrumentos de cordas dedilhadas e as diversas combinações possíveis entre bandolim, cavaquinho, requinto, viola de 10 cordas, violão e violão de 7 cordas;

2) pesquisar novos recursos/combinações sonoras e de timbre destes instrumentos;

3) pesquisar e refletir à luz da Composição e da Prática Interpretativa, os maneirismos, nuances e as inflexões instrumentais características de cada um destes instrumentos;

4) difundir e integrar as obras produzidas ao processo de construção e interpretação de performers, violonistas, bandolinistas, cavaquinistas, etc, ampliando, reunindo, contextualizando e analisando o repertório selecionado.

Tendo a prática musical como matéria prima, estão previstos neste projeto, a produção de artigos para ampliação de bibliografia específica; gravações em CD e DVD; compilações, etc.

Criando novas formas de diálogo entre composição e performance, o projeto prevê ainda a participação de alunos de Composição, Instrumentos e Licenciaturas; oficinas, colóquios e simpósios entre professores, alunos e a comunidade.  

Justificativa e procedimentos

Destacando aqui a necessidade acadêmica da atualidade, de averiguar novas linguagens composicionais que apontem para as transformações que se processam no fazer musical destes instrumentos, mostra-se relevante a produção, a análise composicional/interpretativa e a divulgação de repertório brasileiro para o tipo de instrumentação.

Sendo assim, o projeto é inovador, não somente por abarcar instrumentos integrados ao universo musical do país, mas pela importância que assumem culturalmente na atualidade.

O momento é particularmente importante nas instâncias acadêmicas, inclusive, com a criação da primeira Habilitação em bandolim da América Latina pela Escola de Música da UFRJ e com a primeira Habilitação em cavaquinho do mundo.

A Escola de Música da UFRJ situa-se em espaço geográfico – a Lapa – tradicionalmente ligado ao universo do Choro, do Samba e gêneros afins, cujos respectivos universos sonoros são formados pelos instrumentos aqui mencionados, além de percussão e sopro, basicamente.

Trata-se, portanto, de um projeto que contempla a tradição musical nacional com o olhar voltado para a contemporaneidade.

O projeto divide-se, inicialmente, em duas fases.

A Fase 1 demandará encomendas, seguidas de laboratórios musicais entre os compositores e os músicos da Camerata Dedilhada da UFRJ para testarem sonoridades, articulações, etc; análises e estudo das obras.

Um segundo momento, a Fase 2, com as obras devidamente analisadas, estudadas e incorporadas, será a gravação de um CD, de forma didática e crescente segundo aspectos de dificuldade de aplicação técnica. Já nesta Fase 2 estão incluídos num só campo de ação, a organização de oficinas, colóquios, debates entre corpo docente e discente e comunidade em geral; produção de artigos, entrevistas, além de palestras-recitais.    

Referências

ADELSTEIN, Samuel. Mandolin Memories. Cremona: Turris Editrice, 1999.

ADORNO, Theodor W. Towards a Theory of Musical Reproduction. Notes, a draft and two schemata. Translated by Wieland Hoban. UK: Polity Press, 2006.

ALMADA, Carlos de L. A estrutura do Choro. Rio de Janeiro: Da Fonseca, 2006.

BONE, Philip J. The Guitar & Mandolin. Londres: Schott & Co., 1914.

BOURDIEU, Pierre. O mercado dos bens simbólicos. In: ______. A Economia das Trocas Simbólicas. Sergio Miceli (Org.). São Paulo: Perspectiva, 1998.

BOWEN, José A. Finding the Music In Musicology: Performance History and Musical Works. In: COOK, Nicholas e EVERIST, Mark (Eds.). Rethinking Music. Oxford: Oxford University Press, 1999, p. 424-451.

HURON, David; BEREC, Jonathon. Characterizing Idiomatic Organization in Music: Theory and Case Study of Musical Affordances. Ohio: Ohio State University Library, Empirical Musicology Review, 2009.

SPARKS, Paul. The Classical Mandolin. Oxford: Clarendon Press. Oxford University Press, 1995.

TYLER, James & SPARKS, Paul. The Early Mandolin. Oxford: Clarendon Press. Oxford University Press, 1992.