Musicologia no universo ibero-americano

Musicologia no universo ibero-americano (MUD752) – Ementa

Eletiva / 45 horas-aula / 3 créditos

A disciplina visa uma introdução ao pensamento musicológico ibero-americano, observando a história institucional da pesquisa musical nos diversos países e conferindo ênfase às questões levantadas nas três últimas décadas. Os textos selecionados privilegiam autores representativos de diversos ângulos de um olhar crítico para a pesquisa em música, os problemas teórico-conceituais da área e a construção do discurso historiográfico-etnográfico musical.

REFERÊNCIAS

ARAÚJO, Samuel. Identidades brasileiras e representações musicais: músicas e ideologias da nacionalidade. Brasiliana (Revista da Academia Brasileira de Música), v. 4 (janeiro 2000): 40 – 48.

BASTOS, Rafael José de Menezes. Esboço de uma teoria da música: para além de uma antropologia sem música e de uma musicologia sem homem. Anuário Antropológico 93:9-73.

BÉHAGUE, Gerard. Boundaries and Borders in the study of music in Latin America: a conceptual re-mapping. Latin American Music Review, 21/ 1 (Spring-Summer 2000): 16-30.

BÉHAGUE, Gerard. Introduction. In: Performance Practice: Ethnomusicological Perspectives. Westport: Greenwood Press, 1984, p. 3-12.

CARVALHO, José Jorge. Transformações da sensibilidade musical contemporânea. Horizontes Antropológicos (Revista Temática do Programa de Pós-Graduação em Antropologia Social da Universidade Federal do Rio Grande do Sul) Música e Sociedade, 1/ 11 (Outubro 1999): 53-92.

CASTELO BRANCO, Salwa El-Shawan. Introdução: cinco séculos de processos interculturais na música, In: CASTELO BRANCO, Salwa El-Shawan (org.). Portugal e o Mundo: o encontro de culturas na música. Lisboa: Dom Quixote, 1996, p. 19-30.

CLARO VALDÉS, Samuel. Qué es y para qué sirve la musicologia?, Influencia de la música en el hombre, Influencia de la música en el la sociedad. In: Letras de música. Santiago de Chile: Dirección de Bibliotecas, Archivos y Museos, 2000, p. 21, p. 13, p. 14-15.

DUPRAT, Régis. A Musicologia à luz da Hermenêutica. Claves (Revista do PPG-MUS/ Universidade Federal da Paraíba) 3 (maio 2007): 7-19.

GONZALES, Juan Pablo. Los estudios de música popular y la renovación de la musicología en América Latina. Revista Transcultural de Música 12 (2008).

LEONI, Aldo. Historiografia musical e hibridação racial. Revista Brasileira de Música (PPGM UFRJ), Rio de Janeiro, v. 23 n. 2, p. 95-120, outubro 2010.

LUCAS, Maria Elisabeth. Etnomusicologia e globalização da cultura: notas para uma epistemologia da música no plural. Em Pauta (Revista do Curso de Pós-Graduação em Música Mestrado e Doutorado/ UFRGS), Porto Alegre, ano VI/ VII, n. 9/ 10, p. 16-21, dez. 1994/ abr. 1995.

MACHADO NETO, Diósnio. Curt Lange e Régis Duprat: os modelos críticos sobre a música no período colonial brasileiro. Revista Brasileira de Música (PPGM-UFRJ),Rio de Janeiro, v. 23 n. 2, p. 73-94, outubro 2010.

MARTÍ Y PÉREZ, Josep. Música y etnicidad: una introducción a la problemática. Trabalho apresentado durante o II Seminário de Etnomusicólogos Ibero-Americanos, Centro Superior de Investigaciones Científicas, Barcelona.

NERY, Rui Vieira. Espaço profano e espaço sagrado na música luso-brasileira do século XVIII, Revista Música (Departamento de Música-ECA/USP) 11 (2006): 11-28.

NICOLAU, Michel. The conditions of global discourse of diversity: Music Encyclopedias, Dictionaries and Ethnomusicology. Revista Brasileira de Música (PPGM-UFRJ), Rio de Janeiro, v. 23 n. 2, p. 145-172, outubro 2010.

PIÑERO GIL, Carmen Cecilia. Los estudios de Género en Música. Cuadernos de Historia, n. 2. Oviedo: Edita la Facultad de Geografía e Historia de la Universidad de Oviedo, 2001.

VIEIRA DE CARVALHO, Mário. Sociology of Music as Self-Critical Musicology, Comunicação ao XVI Congresso da International Musicological Society, Londres, 1997. Publ. in: GREER, David. (Ed.). Musicology and sister disciplines past, present, future. Oxford: Oxford University Press, p. 342-366, 2000.

VOLPE, Maria Alice. Por uma nova musicologia, Música em Contexto (Revista do PPG-MUS/ Universidade de Brasília) 1 (2007): 107-122.

VOLPE, Maria Alice. Musicologia Ibero-Americana: problemas teórico-conceituais e o impacto social da produção do conhecimento. Anais do III Encontro de Musicologia de Ribeirão Preto, Universidade de São Paulo, 2009 (no prelo).

WAISMAN, Leonardo J. Haciendo un balance ¿Existe una musicología iberoamericana?, Resonancias (Revista semestral da PUC do Chile) 15 (nov 2004): 47-52.