O ensino não-formal na educação musical e a sua contribuição na inserção do quadro discente universitário no estado do Rio de Janeiro

O ensino não-formal na educação musical e a sua contribuição na inserção do quadro discente universitário no estado do Rio de Janeiro 📄
Daniele Voiola | Sérgio Luis de Almeida Alvares

Resumo: O presente trabalho tem como objetivo a investigação dos desdobramentos da formação musical que se dá nos projetos sociais de educação musical desenvolvidos no Estado do Rio de Janeiro e a sua contribuição na inserção do corpo discente universitário. O referencial teórico utilizado traz os conceitos de (a) Musicalidade Abrangente (WILLOUGHBY, 1990; ÁLVARES, 2016) e (b) Aprendizagem Significativa (AUSUBEL, 2000). A amostra e a coleta de dados utilizada nesta pesquisa contará com os alunos que tiveram sua iniciação musical em projetos sociais de educação musical nos últimos dez anos e que deram continuidade aos estudos musicais, ingressando nas instituições de ensino superior Universidade Federal do Estado do Rio de Janeiro (UFRJ), Universidade Federal do Estado do Rio de Janeiro (UNIRIO), Centro Universitário de Barra Mansa (UBM) e Conservatório Brasileiro de música (CBM).

Palavras-chave: Educação musical. Aprendizagem significativa. Musicalidade abrangente.