Os efeitos da música e da integração sensorial na percepção musical de crianças com autismo

Os efeitos da música e da integração sensorial na percepção musical de crianças com autismo 📄
Michele de Souza Senra | Thelma Sydenstrick Alvares

Resumo: O presente trabalho apresenta  uma pesquisa em andamento. O objetivo da pesquisa é analisar qualitativamente a forma como o indivíduo com autismo se relaciona com a música quando apresenta disfunções sensoriais que influenciam suas percepções de mundo. Trata-se de estudo de caso no qual o campo empírico são crianças que receberam diagnóstico com autismo e que fazem parte do projeto Musicautista, no bairro da Penha, Rio de Janeiro – RJ. Como referencial teórico buscamos suporte no modelo DIR/Floortime de Stanley Greenspan, embora sua abordagem seja clínica, e não específica para pedagogia musical, tem uma visão humanista/desenvolvimentista cujas diferenças individuais e as relações  são analisadas para auxiliar no processo de desenvolvimento da criança. Porém sua visão contribui para auxiliar os alunos na internalização dos elementos musicais, ampliando a experiência musical respeitando sua forma de aprendizado.

Palavra-chave: Autismo. Integração sensorial. Musicoterapia.