Presto da Fantasia VII para violino desacompanhado de Telemann: conceitos schenkerianos como auxílio na explicitação da polifonia latente

Presto da Fantasia VII para violino desacompanhado de Telemann: conceitos  schenkerianos como auxílio na explicitação da polifonia latente 📄
Rafael Gueli Tomaz Silva | Marcos Pupo Nogueira

Resumo: Este trabalho aplica conceitos schenkerianos como auxílio na explicitação da polifonia latente no Presto da Fantasia VII para violino desacompanhado de Telemann. Objetivou-se demonstrar a polifonia latente por meio de gráfico schenkeriano. Para isso, adotou-se autores como Heinrich Schenker (1979), Allen Forte e Steven Gilbert (1982) e Orlando Fraga (2009). Concluiu-se que os conceitos schenkerianos podem ser úteis para que violinistas possam melhor compreender a direção e meta do movimento das vozes, auxiliando-os na construção da performance musical. 

Palavras-chave: Fantasia VII. Polifonia latente. Schenker. Telemann.