Produção de obras originais a partir da modelagem sistêmica do primeiro caderno de Ponteios de Camargo Guarnieri

Projeto de pesquisa do Grupo MusMat
Liduino Pitombeira, docente responsável
Carlos Almada, docente
Pauxy Gentil-Nunes, docente
Alexandre Ferreira, doutorando
André Codeço, doutorando
Helder Oliveira, doutorando
Gabriel Mesquita, mestrando
Leandro Chrispim, mestrando

Idioma alternativo para processo seletivo (Doutorado): francês

Introdução

“Um modelo é definido como a representação simplificada de um sistema real com o objetivo de estudo deste sistema” (MORORÓ, 2008:27).

No âmbito da engenharia, a modelagem sistêmica consiste na criação de um modelo físico (protótipo), em proporções reduzidas, e de um modelo matemático, ou seja, um aparato formal que descreve as propriedades e o funcionamento do sistema modelado.

Na análise musical, é possível realizar um procedimento análogo à modelagem sistêmica, com a finalidade de examinar os princípios estruturais dos diversos parâmetros musicais de uma obra, bem como as relações entre os valores agregados a estes parâmetros, em suas diversas dimensões.

Se a modelagem é realizada com fins composicionais, como é o objetivo deste projeto, pode resultar na definição de um sistema, que descreve, de forma generalizada, a aplicação desses parâmetros e suas relações internas.

Nesse caso, a generalização dessas relações é uma fase essencial na definição do sistema já que o objetivo é criar obras originais e não reproduzir o texto original. As peculiaridades são decididas em uma etapa subsequente, denominada planejamento composicional. A obra analisada é, desta forma, simplesmente resultado de um dos prováveis planejamentos composicionais emanados de uma estrutura mais profunda – o sistema composicional.

Problema de pesquisa

Como a modelagem sistêmica pode contribuir, em termos metodológicos, para a geração e interconexão de repositórios composicionais oriundos de intertextos?

Objetivos

1) formalizar um procedimento metodológico denominado Modelagem Sistêmica, com a finalidade de efetivar a manipulação de intertextos, utilizando-os como geradores de repositórios composicionais a partir da determinação de um sistema hipotético regulador do texto original;

2) produzir dez textos analíticos sobre as obras do primeiro caderno de Ponteios de Camargo Guarnieri, contribuindo, dessa forma, para o exame teórico da linguagem composicional guarnieriana;

3) produzir dez obras originais planejadas a partir dos sistemas composicionais definidos com base na modelagem das obras do primeiro caderno Ponteios de Guarnieri.

Justificativa

É nossa hipótese que essa metodologia analítico-composicional pode se constituir em uma ferramenta útil para a geração de materiais composicionais, especialmente do ponto de vista pedagógico, ao criar uma prática de familiarização com a linguagem de outros compositores e ao permitir um gradual desenvolvimento de uma voz composicional própria pela prática constante da reflexão pré-composicional. Verificamos isso em estudos anteriores com a modelagem de todos os dez ponteios do segundo caderno de Ponteios, de Camargo Guarnieri, com a finalidade de produzir dez obras originais para piano, também denominadas Ponteios.

Metodologia

1) Modelagem sistêmica das dez obras do primeiro caderno de Ponteios, de Camargo Guarnieri;

2) Proposição de um sistema composicional hipotético de cada uma das obras mencionadas no item 1.

3) Planejamento composicional de dez obras originais para diversas formações instrumentais;

4) Documentação de todos os passos da pesquisa na forma de artigos científicos, que serão enviados para congressos, simpósios e revistas acadêmicas.

Referências

BARBOSA, Hildegard P.; PITOMBEIRA, Liduino. Planejamento Composicional a partir de Sistemas Caóticos. In: Anais do XIX Congresso da ANPPOM. Curitiba: 2009, p. 485-488.

GUARNIERI, M. Camargo. Ponteios: 1º Caderno – 1 a 10. Partitura. Buenos Aires: Ricordi Americana, 1955.

GUARNIERI, M. Camargo. Ponteios: 3º Caderno – 21 a 30. Partitura. Buenos Aires: Ricordi Americana, 1957.

LIMA, Flávio. Desenvolvimento de Sistemas Composicionais a partir da Intertextualidade. Dissertação (Mestrado em Música) – UFPB, João Pessoa, 2011.

MORAES, P. M. ; CASTRO, G. ; Pitombeira, Liduino . Procedimentos Composicionais utilizados no Ponteio Nº 2 de Pedro Miguel a partir da modelagem do Ponteio Nº 12 de Camargo Guarnieri. Per Musi (UFMG), v. 27, p. 61-74, 2013.

http://www.musica.ufmg.br/permusi/port/numeros/27/num27_cap_06.pdf

MORAES, P. M. ; Pitombeira, Liduino . Composição do Ponteio Nº 5 de Pedro Miguel a partir da Modelagem Sistêmica do Ponteio Nº 15 de Camargo Guarnieri. Música Hodie, v. 13, p. 8-33, 2013.

http://revistas.ufg.br/index.php/musica/article/view/27976

MORAES, P. M. ; Pitombeira, Liduino . Planejamento Composicional do Ponteio Nº 1 de Pedro Miguel a partir da Modelagem do Ponteio Nº 11 de Guarnieri. Revista Música, v. 13, p. 136-154-154, 2012.

http://www.usp.br/poseca/index.php/musica/article/view/196

MORAES, P. M. ; Pitombeira, Liduino . Composição de Obra Original a partir da Modelagem Sistêmica do Ponteio N.13 de Camargo Guarnieri. In: XXI Congresso da ANPPOM, 2011, Uberlândia. Anais do XXI Congresso da ANPPOM, 2011.

MEDEIROS, R. J. V. ; SANTOS, R. S. ; Pitombeira, Liduino . Modelagem Sistêmica baseada em Cadeias de Markov. In: XXI Congresso da ANPPOM, 2011, Uberlândia. Anais do XXI Congresso da ANPPOM, 2011.

MORGAN, Robert P. On the Analysis of Recente Music. Critical Inquiry, V. 4, N.1 (Autumn, 1997), p. 33-53.

MORORÓ, B. O. Modelagem Sistêmica do Processo de Melhoria Contínua de Processos Industriais Utilizando o Método Seis Sigma e Redes de Petri. Dissertação (Mestrado em Engenharia) – PUC, São Paulo, 2008.

SCHUBERT, Franz. Sonata in A moll. Partitura. New York: Dover, 1970.

STRAUS, Joseph N. Introduction to Post-Tonal Theory. 2nd Ed. Upper Saddle River: Prentice Hall, 2000.

VARÈSE, Edgar. Density 21.5 for solo flute. In: Leo Kraft. Gradus: An Integrated Approach to Harmony, Counterpoint, and Analysis – The Second Year and After. 2ª Ed. New York: W. W. Norton, 1990, p.374-375.

WEBERN, Anton, Quartett für Geige, Klarinette, Tenorsaxophon und Klavier, Op. 22. Partitura. Wien: Universal-Edition, c1932