Vocabulário banto nos primeiros registros fonoelétricos do Brasil, de 1927 a 1933, de canções, cujos títulos ou estampas de gênero, possuem as palavras batuque, batucada ou macumba

Vocabulário banto nos primeiros registros fonoelétricos do Brasil, de 1927 a 1933, de canções, cujos títulos ou estampas de gênero, possuem as palavras batuque, batucada ou macumba 📄
Eduardo Fonseca de Brito Lyra | Andréa Albuquerque Adour da Camara 

Resumo: Este artigo aborda questões apresentadas em artigo dos mesmos autores (LYRA e CAMARA, 2015), a respeito dos primeiros fonogramas gravados com microfones elétricos no Brasil, durante o período entre 1927 e 1933, registrados com os termos batuque, batucada ou macumba, como gênero ou em título. A partir da pesquisa desses fonogramas, foi produzida uma lista, para escolha do repertório para ser gravado como Trabalho de Conclusão de Curso de Bacharelado em Música e Tecnologia no Conservatório Brasileiro de Música-CeU. Dessa lista, algumas canções foram escolhidas de acordo com os métodos e critérios utilizados pelo pesquisador e aqui, são apresentados. Este trabalho também relaciona as africanias atribuídas à presença africana (povos de línguas banto, primordialmente) no Brasil, das canções do repertório. Nesta análise, utilizamos os mesmos critérios usados pela professora Andrea Adour na sondagem sobre a obra de Francisco Mignone e suas africanias (CAMARA, 2014). Por fim, apresenta quadros com os dados dos fonogramas pesquisados e anexos com transcrições das 11 canções escolhidas para novo registro, cinco destas, incluídas no EP chamado Batuques, batucadas e macumbas, disponível para escuta online (LYRA, 2018).

Palavras-chave: Batuque. Africania. Tradição oral. Fonograma. Percussão.