Áreas de concentração

O Programa de Pós-Graduação em Música da UFRJ contempla três áreas de concentração:

  1. Educação Musical (linha de pesquisa única)
  2. Musicologia (duas linhas de pesquisa)
  3. Processos Criativos (duas linhas de pesquisa)

ÁREA DE EDUCAÇÃO MUSICAL

Tem como objeto de estudo o estudo das relações entre música e educação, entendidas como instâncias de criação de conhecimentos e como agentes transformadores de qualidade de vida sociocultural e individual, em quaisquer espaços de ocorrência do fenômeno musical, através de pesquisa científica e produção bibliográfica, incluindo dissertação (Mestrado Acadêmico) ou tese (Doutorado). Dentro da área, desenvolve- se no momento uma linha única:

  • Música, Educação e Diversidade
    Estudos em educação musical voltados para a promoção da diversidade e interação social, entendidos em sentido amplo, e comprometidos com a transformação da qualidade de vida sociocultural e individual.

ÁREA DE MUSICOLOGIA

Tem como objeto de estudo os saberes e fazeres musicais, em suas diversas dimensões e manifestações, com ênfase histórica, antropológica, sociológica, política, teórica, analítica, crítica ou interdisciplinar, proporcionando o desenvolvimento da capacidade de reflexão, discussão e contextualização da música em diversas tradições e culturas, através de pesquisa científica e produção bibliográfica, incluindo dissertação (Mestrado Acadêmico) ou tese (Doutorado). Dentro da área, desenvolvem-se duas linhas de pesquisa:

  • Etnografia das Práticas Musicais
    Abordagem etnográfica e histórica do fazer musical, enfatizando as relações entre as práticas acústicas e as demais expressões das sociedades humanas.

ÁREA DE PROCESSOS CRIATIVOS

Tem como objeto de estudo a produção do discurso musical, a partir de experiências composicionais, interpretativas, performáticas, da realização do objeto musical em meios e suportes videofonográficos, da construção da escuta e dos estudos em tecnologia musical, proporcionando o desenvolvimento da capacidade de reflexão, discussão e contextualização da produção musical original e tradicional, bem como de sua performance e difusão, através de produção artística, pesquisa e produção bibliográfica, incluindo dissertação (Mestrado Acadêmico) ou tese (Doutorado). Dentro da área, desenvolvem-se duas linhas de pesquisa:

  • As Práticas Intepretativas e seus Processos Reflexivos
    Pesquisa da prática interpretativa musical e de seus processos reflexivos, enfocando o pensamento atrelado à ação, para a construção do conhecimento da prática artística e de suas relações com experiências de natureza histórica, pedagógica e criativa.
  • Poéticas da Criação Musical
    Estudos relacionados aos processos criativos em música e aos processos de significação do objeto musical, propiciando a emergência de novos modelos e abordagens do conhecimento em composição musical e sonologia, que conjuguem pesquisa e produção artística.